20 melhores alimentos para comer enquanto grávida

20 melhores alimentos para comer enquanto grávida
Comer para dois é uma grande responsabilidade.

Uma ingestão de proteína magra, vitaminas, minerais e fibras são essenciais para apoiar o crescimento do bebê.

Durante o segundo e terceiro trimestres, as mães grávidas precisam de 350 a 500 calorias adicionais diariamente.

Como uma mulher grávida, você provavelmente está muito consciente dos alimentos que você não deve comer.

Alguns tipos de alimentos podem aumentar o risco de E. coli e salmonelas (como ovos mal cozidos, brotos ou suco sub-pasteurizado).

Ter uma dieta saudável durante a gravidez é essencial para o crescimento e desenvolvimento do seu bebé.

Consumir alimentos saudáveis é ótimo para sua mente e corpo, e também é essencial para o crescimento do seu bebê.

Aqui estão 20 dos melhores alimentos para comer durante a gravidez:

Batatas doces

Este vegetal obtém sua cor laranja de pigmentos vegetais chamados carotenóides.

Este mesmo pigmento é encontrado em outros vegetais alaranjados, todos os quais são ricos em vitamina A.

A vitamina A é essencial para o crescimento embrionário de seu bebê.

Esta vitamina ajuda o seu bebé a desenvolver um coração saudável, sistema nervoso central, pulmões, olhos, ossos e rins.

É também benéfico para as mulheres que estão prontas para dar à luz - uma vez que ajuda a reparação de tecido pós-parto, combate as infecções e suporta o seu sistema imunológico.

As batatas doces contêm vitamina B6, que pode ajudar a aliviar os efeitos colaterais comuns da gravidez (incluindo náuseas e vômitos).

Elas também contêm antioxidantes, que ajudam a manter os radicais livres fora de seu corpo.

As propriedades anti-inflamatórias encontradas na batata-doce roxa podem ajudar com inchaço e desconforto durante a gravidez.

Obtenha a maioria dos nutrientes da batata-doce assando-as no forno (em vez de fritar ou cozinhar).

Ovos

Além de conter proteínas, os ovos contêm mais de 12 vitaminas e minerais.

Uma dessas vitaminas é a colina, que promove a saúde do cérebro do bebê e evita defeitos no tubo neural.

Alguns ovos são gerados para conter gorduras ômega-3.

Essas gorduras saudáveis contribuem para a visão e desenvolvimento cerebral do seu filho por nascer.

Um ovo grande contém 6 gramas de proteína, que contém aminoácidos, ajuda no crescimento saudável de uma criança por nascer, e ajuda a prevenir a pré-eclâmpsia e espinha bífida.

Tenha cuidado ao comer ovos durante a gravidez.

Para prevenir a intoxicação por salmonelas, assegure-se de que os ovos estejam bem cozidos (e a gema está sólida) antes de comer.

Abacates

Os abacates podem ser comidos puros, em shakes ou adicionados às saladas.

E eles ajudam a equilibrar o colesterol e controlar os níveis de açúcar.

Este fruto saboroso é rico em ácido fólico saudável que ajuda no desenvolvimento dos órgãos do seu bebê e pode ajudar a prevenir defeitos neurais, contem ferro que pode ajudar a prevenir a anemia em mulheres grávidas.

Os abacates são uma grande fonte de fibra e podem ajudar a estimular a digestão, que é um benefício essencial para as mulheres grávidas.

Os abacates também são ricos em vitaminas B1, B2, B6, C, E e K.

Todos elas são ótimas para o desenvolvimento de um bebê em crescimento e podem até ajudar a prevenir o enjoo matinal.

Salmão

O salmão é cheio de ácidos graxos ômega-3 saudáveis e proteínas, o que ajudará no desenvolvimento do cérebro do bebê.

O DHA e EPA encontrado no salmão tem demonstrado levar a maiores QIS em recém-nascidos, bem como habilidades motoras avançadas e menos problemas neurológicos.

O salmão também é baixo em mercúrio e geralmente é considerado um peixe seguro para as mães gravidas (desde que você não exceda duas porções semanalmente).

Além disso, o salmão contém vitaminas e minerais (tais como vitamina B12, niacina, zinco, fósforo, potássio e proteínas saudáveis).

Manter níveis saudáveis de vitamina B12 é importante, mesmo após a gravidez.

Estudos mostram que as mães com deficiência em vitamina B12 e que amamentam podem transmitir problemas de desenvolvimento para seus bebês (como anemia e falha de crescimento).

Água

A importância da hidratação só aumenta durante a gravidez.

O Instituto de Medicina recomenda que as mulheres grávidas e amamentando consumam 13 copos de água todos os dias.

A água é essencial para manter o funcionamento saudável do órgão durante as mudanças corporais associadas com a gravidez.

É também diretamente responsável pelo transporte de nutrientes essenciais para o seu bebê no útero e ajuda a limpar o excesso de resíduos acumulados enquanto come por dois.

Beber água suficiente pode prevenir infecções do trato urinário limpando as bactérias de seu sistema.

Permanecer hidratada também alivia a fadiga, e pesquisas mostram que a ingestão de água pode realmente melhorar o humor e a função cognitiva.

Beber a ingestão diária recomendada de água pode ajudar a evitar a exaustão e a fadiga, que são sintomas comuns da gravidez.

Além disso, ela ajuda a livrar o corpo de excesso de sódio e ajuda a reduzir o inchaço.

Edamame

O edamame é embalado com nutrientes, incluindo proteínas, folato, vitaminas A e B, e cálcio que são saudáveis para as mães e seus bebês em crescimento.

O edamame é cheio de antioxidantes, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico durante a gravidez e lutar contra micro-organismos nocivos.

O cálcio no edamame não é a única coisa que vai fortalecer seus ossos.

Ele também contém ferro, vitamina E e fósforo, que contribuem para a saúde e crescimento dos ossos.

Além disso, um estudo de pesquisa mostrou que comer edamame pode reduzir o risco de fraturas ósseas.

Use edamame em saladas, sopas ou cozidos.

Ele também é um ótimo substituto para o feijão, especialmente para as mulheres grávidas que estão lidando com problemas de estômago.

O edamame é um produto de soja e contém propriedades anticâncer que vai mantê-lo em sua melhor saúde.

Carne magra

A proteína é essencial para uma gravidez saudável.

As mulheres grávidas devem consumir pelo menos 75 gramas de proteína todos os dias.

As carnes magras são uma grande fonte de proteínas saudáveis, vitaminas B e ferro.

Os aminoácidos encontrados na proteína ajudam a criar as células que compõem seu bebê, e o ferro encontrado nas carnes magras ajuda no desenvolvimento dos glóbulos vermelhos do seu bebê.

As gorduras saudáveis fornecidas por certas carnes fornecem as calorias necessárias durante a gravidez.

Eles permitem que o corpo metabolize vitaminas essenciais (como A, D, E e K).

Alimentos de alta proteína são uma excelente escolha durante a gravidez, uma vez que fornecem proteínas essenciais para mãe e filho.

As altas proteínas também estabilizam a fome e os níveis de açúcar no sangue.

Procure por proteína em carnes magras (como frango e peixe), e fique longe de tecidos conjuntivos gordurosos e carne vermelha.

Feijões

Os feijões são uma grande fonte de cobre, ferro, zinco e fósforo.

O ferro é fundamental na formação das células sanguíneas e também é responsável pela hemoglobina que depois transporta o oxigênio dos pulmões da mãe para os do bebê.

Zinco é útil na divisão celular, construção do DNA, e crescimento de tecido em fetos.

O fósforo funciona com cálcio para garantir que os dentes e os ossos do seu bebê estejam crescendo saudáveis e fortes.

Também é responsável por utilizar nutrientes, melhorar os equilíbrios hormonais e auxiliar na formação de proteínas.

A fibra é uma parte integrante de qualquer dieta, especialmente durante a gravidez.

Espera-se que as mulheres grávidas consumam até 30 gramas de fibra por dia, então os grãos são úteis nessa capacidade.

Os feijões são uma fonte do custo-efeito da proteína e servem como uma alternativa da carne para veganos e vegetarianos durante a gravidez.

Mangas

A mango é uma fruta doce, que ajuda a apoiar o crescimento do seu bebê durante a gravidez.

Você também pode colocar mangas em smoothies, saladas, ou sopas.

Além disso, esses frutos são ricos em vitaminas A e C.

A vitamina A é essencial para o crescimento de seu bebê e auxilia no desenvolvimento de suas células da pele, pulmões, olhos e sistema imunológico.

As mangas também contêm magnésio que combate a câimbra na perna que é comumente sentida durante a gravidez e contém enzimas que ajudam a quebrar a proteína e melhorar a digestão.

E a fibra, vitamina C e pectina encontrada nas mangas pode ajudar a diminuir o colesterol LDL.

Grãos inteiros (integrais)

Após a concepção, o RDI diário de fibra aumenta de 25 para 28 gramas.

O Canadian Community Health Survey revelou que a mulher média só recebe metade deste montante.

Portanto, a incorporação de grãos integrais e fibra nas dietas de gravidez se tornará mais importante.

Grãos integrais são ricos em fibras e podem ajudar a combater as cãibras e constipação comumente experimentados durante a gravidez.

Eles são cheios de vitaminas e minerais saudáveis (como ferro, magnésio, vitaminas B1 e B2, niacina, ácido fólico e ferro).

Os carboidratos encontrados em alimentos integrais servirão como as principais fontes de energia durante a gravidez.

Esses carboidratos são divididos em açúcar, passando pela placenta para fornecer energia ao seu bebê em crescimento.

As vitaminas encontradas em grãos integrais são essenciais para o crescimento da placenta do seu bebê e seu desenvolvimento no útero.

Procure grãos integrais de arroz, em pães e cereais, e encontrar maneiras de incorporá-los em sua dieta na gravidez.

Bagas

As bagas são cheias de vitaminas e minerais necessários para o crescimento dos bebês e suas mães.

As diretrizes da Clínica Mayo mostram que uma mulher precisa de aproximadamente 4,5 xícaras de frutas e verduras por dia durante seu primeiro trimestre.

Há 114 mg de potássio em uma xícara de bagas.

As bagas contêm ácido elágico, que tem propriedades anticâncer.

A vitamina C encontrada em bagas pode aumentar o seu sistema imunológico durante a gravidez.

A vitamina C também aliviará a pressão arterial.

No entanto, uma overdose de vitamina C pode causar efeitos colaterais negativos.

Embora esta condição é rara, você deve verificar com seu médico antes de decidir sobre uma ingestão de vitamina C adequada durante a gravidez.

Você também pode evitar pesticidas, escolhendo bagas orgânicas limpas.

Cenouras

As cenouras são ricas em vitamina A, que suporta a visão e o movimento no feto em crescimento.

A vitamina C encontrada nas cenouras ajuda a proteger seu sistema imunológico, que pode ser enfraquecido durante a gravidez.

A vitamina C também ajuda o corpo a absorver ferro.
As cenouras contêm ferro, que ajuda a formar glóbulos vermelhos e previne a anemia em mulheres grávidas.

A fibra, cálcio, o betacaroteno e potássio também são encontrados em cenouras.

Os antioxidantes encontrados nas cenouras ajudam a eliminar os radicais livres prejudiciais.

Os antioxidantes também combatem doenças, reduzir o colesterol LDL, proteger o DNA e contribuindo para a visão saudável.

Além disso, as cenouras ajudam a limpar o fígado.

Não consumir mais do que o dose diária recomendada de cenouras.

O caroteno pode interferir no crescimento do seu bebé.

Fruta seca

As mulheres que estão grávidas precisam consumir mais calorias de uma forma saudável.

As frutas secas é uma ótima maneira de obter mais calorias em um alimento rico em ferro, fibras e vitaminas.

As frutas orgânicas contêm a maioria dos mesmos nutrientes que as frutas frescas - sem todo o excesso de água.

Em outras palavras, as frutas secas é uma grande fonte de vitaminas e minerais.

O folato, potássio e ferro são apenas alguns dos ingredientes saudáveis.

As passas são uma ótima escolha, uma vez que são ricas em compostos de plantas, potássio, ferro e fibras.

Estudos mostram que o consumo regular de passas no 3º trimestre pode auxiliar na dilatação cervical e menor risco de trabalho induzido.

Evite as frutas secas da variedade cristalizada, pois contêm grandes quantidades de açúcar.

Fique com os orgânicos, todas as seleções naturais.

Figos

Os figos são um alimento muito saudável durante a gravidez.

Este fruto contém magnésio, potássio, fósforo e outras vitaminas e minerais.

Eles ajudarão a desenvolver gengivas e os dentes de seu bebê em crescimento.

Os figos secos contêm 5 gramas de fibra por xícara e mais potássio do que as bananas que podem ajudar a regular o açúcar no sangue.

As mulheres necessitam de 27 mg de ferro todos os dias durante a gravidez e de 9 mg durante a amamentação.

Os figos são cheios de ferro, que também é necessário para ajudar a sua placenta crescer, especialmente no 2 º e 3 º trimestres.

Além disso, eles contêm zinco, que é usado na formulação do DNA do seu bebê, crescimento de tecidos e produção de células durante a gravidez.

Produtos lácteos

Os produtos lácteos são uma grande fonte de cálcio e proteína necessária durante todas as fases da gravidez.

O iogurte grego é uma adição nutritiva a qualquer dieta, especialmente durante a gravidez.

O iogurte grego contém cálcio e vitaminas A e C, e contribui para o crescimento das unhas, ossos e dentes do bebê.

Durante a gravidez, as mulheres precisam de cálcio para ajudar a fortalecer os ossos.

O cálcio também ajuda na formação e crescimento do sistema esquelético do seu bebê.

Os produtos lácteos também contêm vitaminas B12 e B2.

Também conhecida como Riboflavina, esta vitamina promove a pele saudável, o desenvolvimento da visão e o crescimento fetal em seu bebê.

O iogurte grego contém em média 12-20 gramas de proteína por 198 gramas.

O iogurte grego pode também aliviar o inchaço, indigestão e gastrite, que são sintomas comuns no 3º trimestre.

O controle de peso é outro grande benefício da adição de iogurte grego para sua dieta.

Contém menos açúcar do que o iogurte regular e reduz a fome.

E contém iodo, que promove o desenvolvimento cerebral em fetos.

Fazer escolhas mais saudáveis ​​durante a gravidez.

Enquanto os laticínios são ótimos para vitaminas e minerais essenciais, também pode significar gorduras desnecessárias entrando em seu corpo.

Não tenha medo de optar por opções fortificadas com cálcio (como leite de soja e queijos) ou leite desnatado.

As mulheres grávidas não devem consumir leite não pasteurizado ou queijos macios, pois contêm a bactéria listeria associada com aborto espontâneo e doença em recém-nascidos.

Bananas

A fruta amarela favorita de todos é repleta de benefícios para a saúde.

As mulheres que sofrem de doença da manhã e diarreia podem se beneficiar ao comer uma banana por dia.

Há 0,4 mg de vitamina B6 em cada banana.

Estudos mostram que tomar esta vitamina durante a gravidez precoce pode ajudar a melhorar os sintomas do enjoo matinal.

A vitamina B6 também ajuda seu bebê a começar a metabolizar carboidratos e proteínas, que ajudam no processo de crescimento da criança.

As bananas estão cheias de fibras, assim também podem absorver o excesso de água no corpo, o que contribui para a diarreia.

As bananas contêm 358 mg de potássio por 100 gramas.
O potássio ajuda a aliviar as cólicas intestinais durante a gravidez.

Óleo de fígado de peixe

Óleo de fígado de peixe é apropriadamente chamado, uma vez que este suplemento é feito a partir do fígado de peixes.

Este óleo é rico em DHA e EPA, que são ambas as formas de ácidos graxos ômega-3.

Estes ácidos são responsáveis pelo desenvolvimento do olho e do cérebro fetal no útero.

Um estudo no American Journal of Clinical Nutrition descobriu que as mulheres que consumiram óleos de peixe durante a gravidez produziram bebês com melhores padrões de sono.

O óleo de fígado de peixe também contém vitamina D, que pode ajudar a proteger as mães grávidas da pré-eclâmpsia.

A ingestão de óleo de fígado de bacalhau durante a gravidez precoce pode ajudar os bebês a terem maior peso ao nascer, podendo diminuir o risco de doença mais tarde na vida.

Ele também contém altos níveis de retinol, que pode prejudicar o feto, se tomado com muita frequência.

A mulheres que considerarem tomar óleo de fígado de peixe durante a gravidez não deve exceder uma colher de sopa por dia.

Nozes

Nozes são uma ótima maneira de obter seus minerais durante a gravidez.

Amendoim, nozes e lentilhas são todos excelentes e são embalados com vitaminas e minerais como magnésio, selênio, manganês, cobre, vitamina E, potássio e cálcio.

O selênio é maravilhoso para o sistema imunológico saudável, e tem fortes propriedades antioxidantes que irá proteger suas células de danos.

As mulheres supostamente devem ingerir 800 miligramas de magnésio durante a gravidez, e as nozes são uma excelente escolha para este mineral de construção óssea.

O magnésio também pode ajudar a prevenir o parto prematuro e auxilia no desenvolvimento do sistema nervoso do bebê.

As nozes são também uma ótima fonte vegetal de ômega-3, que contribui para o crescimento do cérebro do bebê.

Além disso, as leguminosas são ricas em vitamina B9 (folatos), o que pode ajudar a prevenir infecções, doenças e outros problemas durante e após a gravidez.

Cebolinha

A cebolinha contém fibra, ferro e folato, que são todos os nutrientes essenciais necessários para um bebê saudável e em crescimento.

O ácido fólico ajuda a prevenir o seu bebé de quaisquer defeitos estruturais potenciais.

O magnésio também é encontrado em cebolinha, que pode ajudar a aliviar a constipação.

Certifique-se de lavar bem a cebolinha antes de comer, o que irá remover todos os produtos químicos utilizados no processo de crescimento.

Vegetais folhosos

Os vegetais folhosos como couves de Bruxelas, brócolis, couve, espinafre e aspargos, são opções ricas em folato para mulheres grávidas.

Um folato é uma forma de vitamina B muitas vezes referido como ácido fólico.

Tomar ácido fólico pode ajudar a prevenir defeitos congênitos na coluna vertebral e no cérebro do seu bebé.

Uma vez que os defeitos de nascimento ocorrem nas primeiras 4 semanas de gravidez, os médicos geralmente recomendam que você comece a tomar folato se estiver planejando engravidar.

Os vegetais verdes frondosos também contêm ferro, manganês, potássio e fibras.

Uma vez que seu volume de sangue se expande durante a gravidez, seu corpo requer mais potássio do que o normal.

Esta condição faz dos verdes folhosos uma grande escolha em sua dieta da gravidez.

Conclusão

A gravidez é o melhor momento para assumir o controle de sua dieta.

Beba muita água, e incorpore alimentos cheios de vitaminas, minerais, gorduras saudáveis, proteínas e carboidratos.

Estas práticas ajudarão você e seu bebê a crescer saudável e forte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário