Consumir as sementes do mamão não é muito popular no Brasil.

Mas, como os benefícios abaixo atestam, incorporar o mamão e as sementes em sua dieta pode contribuir para uma melhor saúde e, em última análise, menor risco de doença.

Enquanto mamão está tipicamente disponível como fruta fresca ou seca picada, muitos dos seus maiores benefícios realmente vêm de suas sementes. As sementes têm um sabor apimentado e podem ser apreciadas cruas, secas, trituradas ou congeladas.

Como elas têm um sabor forte, é melhor consumir com um pouco de mel ou temperar carne ou adicionar sabor a molhos e temperos.

Como Comer Sementes de Mamão Para Curar Seu Fígado, Rins e Trato Digestivo

7 Benefícios Das Sementes de Mamão

Comece com 2-3 sementes por dia e trabalhe até uma consumir colher cheia.

1. Desintoxicação do Fígado

As sementes de mamão eram tradicionalmente usadas na Medicina Tradicional Chinesa para desintoxicar o fígado e o corpo. O fruto também era conhecido por proteger contra danos hepáticos induzidos quimicamente.

Embora tenha sido documentado que as sementes de mamão são altamente benéficas no tratamento da cirrose induzida por álcool e desnutrição, os estudos produziram resultados mistos. Ainda assim, comer tanto o fruto como as sementes são benéficas para o seu corpo.

2. Melhor Saúde Digestiva

As sementes e o fruto são uma ajuda digestiva que pode matar amebas e parasitas prejudiciais.

Um estudo descobriu que sementes secas efetivamente matavam parasitas intestinais humanos sem efeitos colaterais prejudiciais. Nele, os pesquisadores concluíram: “Seu consumo oferece uma monoterapia barata, natural, inofensiva e prontamente disponível e uma estratégia preventiva contra a parasitose intestinal, especialmente em comunidades tropicais”

Outro estudo descobriu que as sementes protegiam o trato digestivo das úlceras, aumentando a produção de muco e diminuindo a acidez gástrica.

3. Combater a Inflamação

Essas sementes poderosas contêm papaína e quimopapaína, enzimas que têm a capacidade de reduzir a inflamação e promover a cura. Na América Latina, uma pasta feita a partir das sementes era tradicionalmente aplicada a queimaduras e feridas para acelerar a recuperação.

As sementes também são comumente usadas para beneficiar asma, artrite reumatóide, osteoartrite e outras condições inflamatórias.

4. Proteja Seus Rins

Sabe-se que as sementes de mamão protegem os rins da insuficiência renal induzida por toxinas.

Um estudo publicado na African Health Science descobriu que as sementes têm a capacidade de reverter os danos renais induzidos pelo paracetamol. O paracetamol é o ingrediente ativo do Tylenol e outros redutores de dor e febre vendidos sem prescrição médica.

5. Reduz a Pressão Arterial

As sementes de mamão documentam benefícios para o coração. Entre outras coisas, as sementes controlam efetivamente o diabetes, a hipertensão e a hipercolesterolemia.

A cocaína, um alcaloide encontrado nas sementes, diminui a frequência cardíaca ao reduzir a pressão arterial. Em termos de eficácia, é até comparada ao digitalis, um medicamento tipicamente prescrito para pacientes cardíacos.

6. Prevenir o Câncer

Um estudo publicado na revista Nutrition and Cancer examinou as propriedades quimiopreventivas das sementes. Eles descobriram que os flavonóides das sementes impediram o câncer através de seus mecanismos antioxidantes e anti-inflamatórios. Em particular, os compostos protegeram ambas as células saudáveis ​​e a informação genética que elas contêm.

As sementes também são repletas de isotiocianatos, compostos que previnem o câncer através do aumento da transcrição de proteínas supressoras de tumor. São mais eficazes contra cânceres quimicamente induzidos do pulmão, fígado, esôfago, estômago, intestino delgado, cólon e glândula mamária (mama).

7. Prevenir a Gravidez

As sementes de mamão são uma forma primitiva de controle de natalidade com benefícios mensuráveis.

Em estudos com camundongos, os camundongos machos tratados com 20 mg de sementes de mamão por quilograma de peso por via oral por 60 dias foram significativamente menos férteis que o grupo controle.

Nos estudos em coelhos, os animais receberam 20 mg por dia durante 150 dias. Dentro de 45 dias, a motilidade e a viabilidade espermática foram severamente afetadas. No 75º dia, apenas 1% dos espermatozoides eram viáveis. Os pesquisadores descobriram que o acrossoma do meio dos espermatozoides, a cauda, ​​estava danificado pelas sementes. As cabeças e caudas também foram destacadas em muitos espécimes.

Durante o estudo, os coelhos atingiram uma taxa de fertilidade de 0%, sem efeitos colaterais negativos ou perda da libido. O melhor de tudo, os efeitos foram reversíveis: 45 dias após o término do estudo, a fertilidade foi restaurada em todos os indivíduos.

Embora as sementes possam ajudar a prevenir a gravidez, elas não são infalíveis e não protegem contra doenças sexualmente transmissíveis, por isso devem ser usadas juntamente com a contracepção convencional.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem