Para aquelas mulheres que estão experimentando dificuldade de concentração como resultado da menopausa, esse sintoma pode ser confuso, até mesmo inquietante. Existe uma variedade de razões pelas quais uma mulher pode ter dificuldade em se concentrar. Para a maioria das mulheres, no entanto, é tipicamente devido a flutuações hormonais que ocorrem durante a menopausa.

Aprenda mais sobre a dificuldade de concentração, suas causas e as opções de tratamento para recuperar o controle o senso de foco.

Sintomas da Menopausa: Dificuldade de Concentração

Sobre a Dificuldade de Concentração

Embora a dificuldade de concentração seja um sintoma incrivelmente comum, ela pode ser sutil às vezes. Por esse motivo, é importante conhecer as características comuns de dificuldade de concentração.

A dificuldade de concentração é definida como a incapacidade de se concentrar em tarefas cotidianas ou tarefas incomuns ou complexas. Junto com isso, as mulheres podem experimentar desorientação, esquecimento geral e perda de pensamentos.

Isso pode ser motivo de preocupação para muitas mulheres que normalmente possuem a capacidade de se concentrar, e isso pode levar a problemas no local de trabalho ou na vida pessoal de uma mulher. Além disso, as mulheres podem sentir alguma preocupação de que este é um sinal precoce de condições mais graves, como a doença de Alzheimer.

Para aliviar as preocupações sobre dificuldade de concentração, é benéfico saber quais são as características exatas.

Características de dificuldade de concentração

As seguir vamos ver as características mais comumente experimentadas de dificuldade de concentração. Uma mulher na menopausa pode notar um ou vários desses sinais em diferentes graus de intensidade.

Características comuns de dificuldade de concentração:
  • Perder linha de pensamento
  • Desorientação
  • Pensamento difuso
  • Esquecimento
  • Incapacidade de se concentrar por longos períodos de tempo
  • Incapacidade de se concentrar em tarefas complexas
Se uma mulher está experimentando essas características de dificuldade de concentração, é útil entender por que elas estão ocorrendo.

Causas da Dificuldade de Concentração

Embora vários fatores possam desencadear dificuldade de concentração, as flutuações hormonais são tipicamente o motivo pelo qual isso ocorre durante a menopausa. O estrogênio, em particular, desempenha um papel fundamental nas numerosas funções cerebrais.

Existem vários neurotransmissores no cérebro que regulam a função cognitiva, incluindo a memória normal e a capacidade de concentração. A acetilcolina, serotonina e norepinefrina mostraram influenciar as habilidades cognitivas. Se houver escassez nestes neurotransmissores, pode haver uma diminuição na função cognitiva, levando à dificuldade de concentração.

O estrogênio tem um efeito sobre a produção de todos esses três neurotransmissores. Quando os níveis de estrogênio são adequados, a produção é mais estável.

Além das causas hormonais primárias por trás da dificuldade de concentração, muitas mulheres podem ter problemas de concentração decorrentes de outros sintomas da menopausa. Os distúrbios do sono e a fadiga podem deixar a mulher exausta demais para se concentrar adequadamente nas tarefas diárias. Sintomas psicológicos, como depressão, ansiedade ou distúrbios de pânico também podem causar dificuldade em se concentrar. Quando uma mulher está sob estresse, ela pode não conseguir se concentrar com o melhor de sua capacidade.

A dificuldade de concentração é atribuída principalmente às flutuações no estrogênio que influenciam os níveis de neurotransmissores no cérebro. No entanto, existem muitos fatores que podem influenciar o nível de concentração da mulher. Felizmente, existem muitas opções de tratamento diferentes disponíveis para gerenciar esse sintoma.

Outras causas da dificuldade de concentração:
  • Envelhecimento natural
  • Distúrbios de hiperatividade
  • Uso de drogas
  • Nutrição pobre
  • Problemas neurológicos

Tratamentos Para a Dificuldade de Concentração

Para tratar este sintoma problemático, uma abordagem de três níveis pode ser utilizada. Recomenda-se começar com a opção menos invasiva e, em seguida, avançar para medidas mais drásticas, se necessário.

1. Mudanças no estilo de vida. Algumas dicas de estilo de vida fácil podem ajudar os pacientes a lidar com a dificuldade de concentração. Uma dieta saudável rica em nutrientes benéficos ao cérebro, como ômega-3 e ômega-6 - encontrada em peixes e nozes, por exemplo - pode ajudar. Reduzir a cafeína, o álcool e o açúcar também pode ajudar a melhorar a concentração.

Obter melhor qualidade de sono também ajuda muito. Técnicas de alívio do estresse, como meditação ou ioga, também são úteis para ajudar a capacidade da mulher de se concentrar, e exercícios cerebrais, como palavras cruzadas, podem melhorar o foco geral.

2. Medicina alternativa. Se os métodos de enfrentamento e as mudanças simples no estilo de vida não estiverem funcionando e a mulher ainda estiver com dificuldade de concentração, existem outras opções de tratamento disponíveis. Medicamentos alternativos que lidam com o desequilíbrio hormonal na fonte são o método de tratamento mais eficaz, particularmente em conjunto com mudanças no estilo de vida.

3. Medicamentos. Para incidências mais sérias de dificuldade de concentração, medidas cada vez mais drásticas podem ser tomadas, mas elas devem sempre ser realizadas com a ajuda de um profissional médico.

As mulheres que desejam melhorar sua concentração devem começar com mudanças de estilo de vida, passar para medicamentos alternativos e, finalmente, considerar os medicamentos se nada mais funcionar.