No tratamento da sudorese noturna, ser paciente e determinada é essencial, pois sua duração e gravidade podem variar muito. Felizmente, a atitude certa e a força de vontade podem levar as mulheres a um passo mais perto de viver uma vida sem sintomas.

Continue lendo para descobrir os tratamentos mais eficazes para suores noturnos, a fim de determinar a melhor abordagem para vencê-los de uma vez por todas!

Três Abordagens Para Tratar Suores Noturnos

Existem três opções de tratamento para suores noturnos disponíveis para mulheres que buscam lidar com seus suores noturnos, incluindo:

  1. Mudanças no estilo de vida
  2. Medicina alternativa
  3. Remédios, desde os mais naturais aos mais invasivos.

Tratamentos Para Suores Noturnos na Menopausa
1. Mudanças no Estilo de Vida Para Tratar Suores Noturnos

Ajustes no estilo de vida são uma das opções mais simples, porém mais eficazes para o tratamento da sudorese noturna. Embora essa abordagem seja geralmente de baixo custo e baixo risco, ela exige o máximo de determinação.

Dieta Nutritiva

Durante a transição da menopausa, manter uma dieta bem balanceada é um componente essencial do tratamento da sudorese noturna. As refeições diárias devem conter uma combinação de gorduras saudáveis, carboidratos complexos e proteínas magras que são abundantes nos seguintes nutrientes:

Os fitoestrogênios ajudam a equilibrar os níveis de estrogênio, imitando a ação do hormônio, aliviando assim os suores noturnos. Soja (tempeh, miso, tofu), feijão, amendoim, brócolis, laranja

A vitamina E protege os vasos sanguíneos para aliviar melhor os sintomas vasomotores, como suores noturnos. Abacate, avelã, manga, óleo de gérmen de trigo, salmão, truta, bacalhau

A deficiência de vitamina B12 aumenta as taxas de suor noturno, embora o mecanismo exato não seja compreendido. Frutos do mar, iogurte, ovos, carnes magras, legumes, soja, sardinha

A água perdida devido à transpiração excessiva devido aos suores noturnos deve ser reposta para evitar o agravamento dos episódios. A meta é beber de seis a oito copos d'água por dia.

Além disso, evitar os desencadeadores alimentares conhecidos, como refeições apimentadas ou quentes, é uma boa maneira de tratar os suores noturnos com mais eficácia, pois eles podem tornar seus episódios mais frequentes.

Exercício Regular

A pesquisa mostrou que permanecer fisicamente ativa é a chave para manter os hormônios reprodutivos e da tireóide sob controle, manter um peso normal e melhorar a regulação da temperatura no corpo, o que ajuda a aliviar os suores noturnos e ondas de calor.

Quantidade: a recomendação geral é fazer pelo menos 150 minutos de atividade física semanalmente, que podem ser divididos em rotinas de 30 minutos, cinco vezes por semana.

Tipo: os maiores benefícios do exercício são obtidos quando os exercícios cardiovasculares, como correr ou andar de bicicleta, são combinados com outros que fortalecem a musculatura, como Pilates ou ioga.

Dicas úteis: As mulheres são aconselhadas a se exercitar no início do dia para dar a seus corpos uma chance de esfriar adequadamente.

Precauções: Qualquer exercício sujeito a lesões ou extremo deve ser evitado; para as mulheres novas no treino, é melhor começar devagar com 10-15 minutos por dia para evitar uma interrupção repentina do metabolismo do corpo.

Hábitos Saudáveis

Além de comer bem e permanecer ativas, as mulheres na menopausa podem implementar várias práticas saudáveis ​​para reduzir a frequência e a gravidade dos episódios de suor noturno:

Criar um ambiente agradavelmente fresco no quarto antes de dormir pode reduzir efetivamente os episódios de suores noturnos. Tomar um banho frio antes de deitar também pode diminuir a temperatura corporal para evitar suores noturnos.

Vestir roupas de dormir soltas e respiráveis, bem como lençóis que absorvem a umidade, como bambu ou microfibra, podem garantir um sono confortável e sem sintomas.

Parar de fumar e de álcool reduzirá alguns dos principais fatores desencadeantes da sudorese noturna. Beber bebidas com cafeína ou açucaradas à noite também deve ser evitado.

Reduzir o estresse por meio da meditação ou respiração profunda pode promover o equilíbrio hormonal e prevenir problemas de sono desencadeados pelo estresse, reduzindo assim a frequência dos suores noturnos e tornando o sono mais restaurador.

2. Medicina Alternativa Para Suores Noturnos

Com pouco ou nenhum risco, a medicina alternativa pode abordar diretamente a causa raiz dos sintomas da menopausa, o desequilíbrio hormonal, tornando-se uma forma extremamente segura e eficaz de aliviar os suores noturnos, especialmente quando combinada com um estilo de vida saudável.

Dois dos tipos mais populares de suplementos de ervas para suores noturnos incluem suplementos de ervas fitoestrogênios e reguladores de hormônios.

Suplementos fitoterápicos fitoestrogênios

Suplementos fitoterápicos fitoestrogênicos, como Acteia ou erva-de-são-cristóvão, trevo vermelho ou Angelica sinensis, vulgarmente conhecida como dong quai ou ginseng feminino, contêm componentes estrogênicos produzidos pelas plantas. Essas ervas corrigem os desequilíbrios hormonais, introduzindo esses compostos estrogênicos diretamente no corpo. No entanto, como resultado direto da adição de hormônios externos, o corpo pode se tornar menos capaz de produzir estrogênio por conta própria e em longo prazo, o que causa uma queda ainda maior na produção de hormônios naturais.

Suplementos reguladores de hormônios

As ervas reguladoras de hormônios não contêm estrogênios vegetais. Em vez disso, elas apoiam a produção de hormônios naturais das mulheres, estimulando as glândulas endócrinas. Em última análise, isso traz o equilíbrio dos hormônios reprodutivos: estrogênio, progesterona e testosterona. Essas ervas que nutrem o sistema endócrino, são consideradas uma forma segura e eficaz de tratar os suores noturnos, pois não introduzem nenhum hormônio externo no corpo.

Para muitas mulheres na menopausa, fazer escolhas de estilo de vida mais saudáveis ​​e complementá-las com suplementos de ervas acaba sendo o tratamento mais holístico e natural para a sudorese noturna. No entanto, aquelas que sofrem de suores noturnos severos podem ter que considerar uma linha de tratamento mais avançada, ou seja, farmacologia.

3. Medicamentos Para Suores Noturnos

Esse nível de tratamento envolve um risco maior e geralmente é o mais caro. Como tal, seu uso é geralmente avaliado individualmente e reservado para mulheres com sintomas graves.

No entanto, o tratamento convencional de suores noturnos pode consistir nos seguintes medicamentos:

Terapia de reposição hormonal (TRH)

Por muitos anos, o padrão ouro no tratamento da sudorese noturna tem sido a TRH, contendo estrogênio, progesterona ou ambos. Embora possa ser eficaz e rápido no tratamento dos sintomas da menopausa, incluindo ondas de calor e suores noturnos, a terapia com hormônios pode aumentar o risco de coágulos sanguíneos, derrames e doenças cardíacas, como fica evidente no estudo a seguir.

Em 2019, pesquisadores da Universidade de Oxford publicaram os resultados de uma análise abrangente de dados mundiais sobre a ligação da TRH com o câncer de mama. Eles confirmaram as descobertas de 2002 da Women's Health Initiative, o maior ensaio clínico sobre TRH, que foram publicados no JAMA e mostraram que a TRH aumenta o risco de câncer de mama e de ovário, coágulos sanguíneos e derrames. Seus resultados, publicados no The Lancet, também mostraram que esses riscos podem persistir por mais de uma década após sua interrupção.

Outros Medicamentos Para Suores Noturnos

Dependendo da gravidade dos suores noturnos e de outros sintomas associados, as mulheres na menopausa podem receber prescrição de medicamentos que são normalmente usados ​​para tratar outras condições, mas que reduzem os episódios de suores noturnos. Eles incluem:

  • Medicamentos anticonvulsivos
  • Antidepressivos de baixa dosagem
  • Medicamentos para pressão arterial

Os três tratamentos da sudorese noturna da menopausa mencionados acima podem ser implementados gradualmente, começando do mínimo e avançando para a abordagem mais invasiva, apenas se necessário. Curiosamente, um número crescente de mulheres na menopausa está descobrindo que o controle da sudorese noturna é melhor realizado por meio de uma variedade de mudanças de estilo de vida saudáveis ​​combinadas com suplementos de ervas.

Um Tratamento Seguro Para Suores Noturnos

Implementar mudanças no estilo de vida:

  • Optando por alimentos ricos em fitoestrogênios e vitaminas E e vitamina B12
  • Praticar exercícios no início do dia por 30 minutos, 5 vezes por semana
  • Evitar fumar, álcool, café em excesso ou comida picante
  • Ajustar a temperatura do quarto e usar tecidos respiráveis

E Tomando Suplementos de Ervas:

  • Suplementos fitoterápicos fitoestrogênicos, como trevo vermelho e dong quai
  • Ou suplementos reguladores de hormônios naturais.
Postagem Anterior Próxima Postagem