O sistema linfático é uma parte vital do sistema imunológico, e é projetado para eliminar os resíduos do corpo. Em alguns casos, é necessário drenar os linfonodos quando eles ficam entupidos. Neste artigo, vamos mostrar-lhe como limpar seu sistema linfático naturalmente e também explicar os benefícios da drenagem de seus gânglios linfáticos.

O sistema linfático envolve uma rede de vasos que passam através de seus tecidos para permitir o movimento do fluido linfático, que circula por todo o corpo de forma semelhante ao sangue.

O fluido linfático se move como resultado da atividade respiratória, muscular e intestinal. À medida que os músculos se contraem, os nódulos linfáticos são comprimidos e a linfa é filtrada pelos nódulos linfáticos.

A principal função do sistema linfático é limpar toxinas e proteger contra organismos prejudiciais. A congestão linfática ocorre quando o sistema linfático não consegue drenar adequadamente, e toxinas e produtos residuais celulares, portanto, se acumulam.

Como Limpar Seu Sistema Linfático Naturalmente

Como Drenar os Gânglios Linfáticos: Como Limpar o Sistema Linfático Naturalmente
A congestão linfática pode levar à fadiga, rigidez, inchaço, inchaço dos gânglios linfáticos, nevoeiro cerebral, coceira e pele seca, celulite, sinusite crônica, resfriados, problemas de ouvido, dores de garganta e mãos e pés frios.

Se você tiver esses sintomas, uma limpeza do sistema linfático pode ajudar a desintoxicar seu corpo. Nesta seção, vamos explorar dicas sobre como limpar seu sistema linfático naturalmente.

1. Uma dieta anti-inflamatória

Adotar uma dieta anti-inflamatória é uma das melhores maneiras de realizar uma limpeza do sistema linfático. Bons alimentos para drenagem linfática incluirão vegetais folhosos verde-escuros, bagas, frutas cítricas como limões, nozes e sementes, óleos não refinados como óleo de coco e azeite extra virgem, e alimentos ômega-3 como salmão selvagem e frutos do mar.

Também é uma boa ideia incluir vegetais crucíferos, como couve-flor, repolho e brócolis. Boas ervas e especiarias incluem alho, açafrão e gengibre.

Frutas e vegetais crus também podem quebrar o acúmulo de toxinas e promover a eliminação regular para ajudar o sistema linfático a se manter saudável.

Os alimentos a serem evitados com os gânglios linfáticos inchados são óleos vegetais hidrogenados refinados, açúcar, produtos animais de baixa qualidade e alimentos processados. Você também deve determinar seus alérgenos alimentares. Alguns alérgenos comuns incluem soja, glúten, trigo, laticínios, nightshades e mariscos.

2. Exercício

Exercícios e movimentos regulares são bons para fazer fluir o fluido linfático. À medida que os músculos se movem, isso melhora o fluxo linfático e massageia o sistema linfático.

Tente completar um total de 150 minutos por semana, ou 30 minutos a uma hora por dia, de exercícios moderados, como caminhar, correr ou praticar esportes.

Outros exercícios benéficos para manter o fluxo de fluido linfático incluem treinamento intervalado de alta intensidade, ioga e recuperação - um exercício que envolve saltar de um trampolim por 10 a 30 minutos por dia.

3. Massagem

Massagem de drenagem linfática é uma terapia de massagem particular que atinge o fluxo de linfa no corpo e quebra a congestão linfática. Ela também usará movimentos específicos de pressão e ritmo para estimular a linfa e drenar o fluido e os resíduos. Isso reduz a carga do sistema linfático como resultado.

Estudos mostram que a massagem linfática pode empurrar até 78% da linfa estagnada para a circulação. Um estudo de 2009 descobriu que a massagem de drenagem linfática é benéfica para reduzir a intensidade, limiar e pressão da dor.

A espuma de rolamento, ou auto liberação miofascial, é automassagem que pode aumentar o fluxo sanguíneo, ajudar a reparar o tecido e romper tecidos e aderências musculares que levam a lesões e aperto.

4. Escovar a pele seca

A escovação da pele seca é outro método para aumentar a circulação e o fluxo linfático. Envolve traços suaves no corpo com uma escova de cerdas naturais para estimular o movimento da linfa, remover a pele morta e estimular novas células da pele e abrir os poros e as glândulas sudoríparas.

Consequentemente, a escovação a seco também pode reduzir a aparência da celulite e melhorar as condições da pele.

5. Yoga e Respiração Profunda

Acredita-se- que a Yoga incentiva a desintoxicação, aumenta o fluxo da linfa e alivia a congestão linfática. Algumas posturas de yoga que podem ajudar a melhorar o fluxo linfático incluem Shirsasana, Sarvangasana, apoios de mão, torcer o abdômen e colocar as pernas na parede.

Exercícios de respiração profunda também podem melhorar o fluxo linfático. Quando você respira, reduz a pressão no peito e aumenta a pressão no abdômen. Isso pode bombear o líquido linfático para cima das pernas e remover a linfa da cabeça e dos braços para os pontos de drenagem.

Para respiração profunda, você começará segurando a respiração por cinco pontos e depois expirará. Pratique respiração profunda de oito a 10 respirações por dia.

6. Mantenha-se hidratado

Para drenar os gânglios linfáticos e eliminar as toxinas, também é uma boa ideia manter-se hidratado. Evite bebidas com alto teor de açúcar, como refrigerantes e sucos de frutas. Em vez disso, consuma muitos sucos vegetais recém-espremidos, sopas e água filtrada.

Procure beber de oito a 10 copos de água purificada ou filtrada por dia. Adicionar suco de limão é outra ótima maneira de reidratar o corpo e melhorar o fluxo da linfa.

7. Remédios Herbais e Suplementos

Há um número de ervas para a drenagem linfática. Uma limpeza do sistema linfático com ervas pode incluir goldenseal (Hydrastis canadensis), raiz de Phytolacca, trevo vermelho, Echinacea, raiz de alcaçuz, raiz de bardana, raiz da rainha, anil selvagem, cutelo, raiz de astrágalo, gengibre, verbasco, hortelã, olmo, folha de oliveira, feno-grego e salsaparrilha.

Uma limpeza deve durar no máximo sete a dez dias.

Outros suplementos que podem ajudar a drenagem linfática e desintoxicação incluem cardo de leite, carvão ativado, enzimas digestivas e óleos essenciais como orégano, mirra, olíbano, limão e óleos de cipreste.

Certifique-se de discutir quaisquer alergias em potencial ou interações medicamentosas com seu médico ou farmacêutico antes.

8. Pratique uma boa higiene

Você deve evitar desodorantes tóxicos e à base de alumínio que bloqueiam a transpiração, entopem o sistema linfático e aumentam sua carga tóxica. O acúmulo de alumínio também leva à doença de Alzheimer.

Além disso, evite outros produtos carregados de produtos químicos, como cremes, loções, cremes dentais e protetores solares. Escolha produtos naturais que são baixos em produtos químicos em vez disso.

Você também pode fazer seus próprios produtos de beleza ou comprar sabonetes caseiros, desodorantes ou outros produtos de beleza de revendedores privados.

9. Mergulhe em um banho de vapor ou sauna

Uma sauna tradicional, sauna de infravermelho ou banho de vapor é outro tratamento simples que pode apoiar um sistema imunológico e um sistema linfático saudáveis ​​e, naturalmente, desintoxicar e suar as toxinas do corpo.

A terapia de sauna infravermelho, em particular, melhora o fluxo sanguíneo e aumenta a produção de suor, que remove as toxinas do tecido.

Depois de um longo banho em um banho de vapor ou sauna, é uma boa ideia consumir muita água para liberar as toxinas do corpo, e isso permite que o sistema faça o seu trabalho.

No entanto, as mulheres grávidas e aquelas com pressão arterial baixa ou um histórico de doença cardíaca devem conversar com seu médico primeiro.

10. Acupuntura e acupressão

Acupuntura ou auto-acupressão também podem ajudar a aliviar o congestionamento linfático e inchaço e desobstruir o sistema linfático. Escolha um acupunturista devidamente certificado e treinado.

11. Suco de limpeza

Um suco de três dias é outro método que muitos usam para ajudar a ativar o sistema linfático e liberar as toxinas do corpo. Uma semana antes da limpeza, recomenda-se evitar carne, trigo e açúcar. Alguns especialistas sugerem que você consuma apenas alimentos crus, como frutas, legumes, brotos, nozes e sementes.

Ao fazer a limpeza de três dias, estimule seu sistema linfático com 30 minutos a uma hora de exercício diário.

À medida que as toxinas são liberadas durante a limpeza, você pode sentir tonturas, dores nas costas, dores de cabeça ou náuseas. Estes são sinais de que as toxinas estão sendo eliminadas do seu corpo.

É sempre melhor limpar ou desintoxicar sob a supervisão de um profissional de saúde como um nutricionista holístico familiarizado com suco de limpeza.

12. Remédios Homeopáticos

Os remédios homeopáticos também são usados ​​para ajudar a drenar os nódulos linfáticos, incluindo Natrum muriaticum, Rhus toxicodendron, Kali muriaticum, Mercurius solubilis, silicea, iodo, bromo, Calcarea fluorica, enxofre, Nux vomica, Ferrum phosphoricum, pulsatilla e Calcarea carbonica.

Há também tinturas homeopáticas que ajudam a drenar o sistema linfático. Consulte um homeopata para o melhor remédio com base em sua imagem de sintomas mentais, físicos e emocionais

Benefícios da drenagem de linfonodos

Porque é benéfico drenar o sistema linfático? Uma drenagem linfática basicamente age como um treino para o seu corpo. Ele liberará endorfinas, aumentará o fluxo de oxigênio e fortalecerá seus músculos.

Também é eficaz para a desintoxicação; cuidados com a pele; imunidade; relaxamento; redução da inflamação, inchaço e dores de cabeça; e melhorando a cura em geral. A seguir, uma sinopse mais profunda de alguns dos benefícios para a saúde associados a uma drenagem linfática.
  1. Promove o cuidado da pele: drenar o sistema linfático irá melhorar a sua tez e ajudar a reduzir rugas, linhas finas e inchaço em torno de seus olhos. Também pode reduzir o tecido cicatricial antigo e minimizar novas cicatrizes antes e depois da cirurgia estética.
  2. Reduz as dores de cabeça: A maioria das dores de cabeça tem um componente de congestão linfática, e a drenagem linfática pode ajudar a reduzir a dor e o desconforto e melhorar o fluxo sanguíneo.
  3. Diminui o inchaço: O fluido frequentemente se acumula nos tecidos após longos períodos de viagem e imobilidade, e isso causa inchaço e sensibilidade. Por exemplo, a artrite é uma condição em que as articulações estão congestionadas com fluido. Uma drenagem linfática irá melhorar as condições em que o inchaço é um problema.
  4. Benefícios cura geral: Após uma lesão ou cirurgia, o tecido pode estar dolorido ou inchado. No entanto, a drenagem linfática pode reduzir a inflamação, drenar suavemente o tecido e melhorar a cicatrização geral.
  5. Durante e após a gravidez: A retenção de líquidos é comum em mulheres grávidas, e a drenagem linfática pode proporcionar alívio nos pés e nas pernas. A drenagem linfática também pode melhorar a amamentação, especialmente quando os seios estão doloridos e os ductos estão bloqueados.

Considerações Finais Sobre Drenar Seu Sistema Linfático

O sistema linfático é projetado para eliminar os resíduos do seu corpo. A maioria das pessoas percebe uma grande melhora após drenar o sistema linfático. Isso ocorre porque beneficia a pele, reduz o inchaço e a dor e melhora a circulação e o fluxo de linfa e sangue.

Neste artigo, explicamos como limpar seu sistema linfático naturalmente com dieta, massagem, exercícios, escovação da pele seca, hidratação, yoga, respiração profunda, remédios e suplementos fitoterápicos, remédios homeopáticos, sucos de limpeza, acupuntura e acupressão, e imersão em um banho ou sauna.

Os efeitos rejuvenescedores da sua drenagem linfática podem fazer com que você se pareça e se sinta bem como resultado.

Referencias:
  1. https://www.drdavidwilliams.com/lymphatic-system-drainage-exercises
  2. https://www.medicalnewstoday.com/articles/303087
  3. 10.1016/j.jmpt.2008.12.001