As ervas são uma ótima maneira de purificar a mente e o corpo. Nos tempos antigos, essas ervas eram usadas para melhorar o bem-estar geral. E mesmo nos tempos atuais, os especialistas em saúde favorecem as ervas devido aos seus excelentes benefícios à saúde, diversos usos medicinais e culinários.

Vale a pena notar que você não precisa ir à caça de ervas. Você pode simplesmente cultivar algumas plantas herbáceas em sua horta. As ervas frescas não apenas incorporam um aroma agradável às suas refeições, mas também fornecem a enorme quantidade de nutrientes.

Os poderes curativos das ervas são eficazes no tratamento do resfriado comum, enquanto outros compostos são necessários para a desintoxicação. Você deve consumir salsa, hortelã-pimenta e sálvia para obter os seguintes minerais e eletrólitos, como: 

  • Magnésio
  • Manganês
  • Fósforo
  • Potássio
  • Selênio
  • Sódio
  • Zinco

Além disso, marinar bifes com ervas como orégano, alecrim, tomilho e estragão pode ajudá-lo a colher uma grande quantidade de fitonutrientes e vitaminas, como: 

  • Caroteno-a
  • Caroteno-b
  • Criptoxantina-b
  • Folatos
  • Luteína-zeaxantina
  • Niacina
  • Ácido pantotênico
  • Piridoxina
  • Riboflavina
  • Tiamina
  • Vitamina A
  • Vitamina C
  • Vitamina E

Lista de 30 Ervas Com Seus Benefícios e Usos
Lista de 30 Ervas e Seus Usos

1. Orégano

O orégano pertence à família das menta e é uma opção de tempero básico da culinária americana e italiana. O orégano é fácil de cultivar, se você tem uma horta ou não. Dessa forma, você pode apreciar o aroma fresco da erva durante todo o ano. Além dos usos culinários, o orégano fornece zinco, cobre e potássio que fortalecem os tecidos conjuntivos do corpo.

2. Capim-limão

O capim-limão é uma potência da vitamina C e desempenha um papel importante na prevenção da propagação de células cancerígenas em seu corpo. Você também pode obter betacaroteno da erva que trata a inflamação ocular em pouco tempo. Além disso, você ficará encantado ao saber que o capim-limão possui um forte sabor a limão, o que torna suas refeições saborosas. Além disso, você pode preparar uma xícara quente de chá de capim-limão antes de ir para a cama para obter nutrientes.

3. Stevia

Herbalistas e especialistas em saúde recomendam a stevia, pois funciona como adoçante natural. Tem zero calorias e alto valor nutricional. Se você sofre de diabetes, pode substituir os adoçantes de baixa caloria pelos adoçados com stevia. Você também pode incorporar folhas picadas de stevia em saladas para preparar uma refeição rica em nutrientes.

4. Hortelã-pimenta

O hortelã-pimenta é uma potência de vitamina B, potássio e cálcio. Se você não usar esta erva para temperar, use-a para fins medicinais. Hortelã-pimenta é uma maneira segura de tratar a indigestão. Ela mostrou efeitos positivos sobre os portadores da síndrome do intestino irritável. Você pode adicionar algumas folhas frescas e limpas de hortelã-pimenta à sua limonada para obter o impulso de nutrientes. O óleo essencial derivado do óleo de hortelã-pimenta funciona como um pesticida natural.

5. Erva de São João

A erva de São João (Hypericum perforatum) é uma planta com flores amarelas em forma de estrela e cinco pétalas que cresce na Europa, América do Norte e do Sul, Austrália, Nova Zelândia e Leste da Ásia. A planta cresce em áreas ensolaradas e bem drenadas. Cresce entre 50 e 100 cm de altura.. Embora esta erva não seja usada para cozinhar ou marinar, ela contém enzimas que estimulam seu cérebro. A erva de São João é amplamente usada em medicamentos fitoterápicos para tratar distúrbios psicológicos, incluindo ansiedade e depressão.

6. Cebolinha

A cebolinha pertence à família do alho e também é chamada de ervas finas. É verdade que a culinária fresca é incompleta sem a versátil erva cebolinha. Além disso, seu sabor sutil combina bem com mariscos, saladas, ovos, batatas e sopas. Esta erva não apenas complementa o creme azedo (sour cream), mas fornece a enorme quantidade de vitamina C junto com o betacaroteno. Se você não é fã de suplementos, tente consumir vitamina C consumindo cebolinha.

7. Erva-gateira ou erva-dos-gatos

Os gatos apelam a esta surpreendente erva e gostam de mastigar algumas folhas também. O cheiro da erva-gateira é um estimulante felino. É por isso que os herbalistas a consideram um agente relaxante. Você pode inalar o óleo essencial de erva-gateira. Esta erva é diurética e laxante e permite eliminar os resíduos do seu corpo sem prejudicar a sua saúde. Plantar erva-gateira em seu jardim parece uma maneira ecológica de matar bactérias e outros poluentes.

8. Lavanda

A incorporação de lavanda no molho para salada é uma prática comum na maioria das regiões do mundo. Botões secos de lavanda e xarope são amplamente utilizados para fazer machimelos e scones. Você pode optar pelo óleo essencial de lavanda para fins medicinais, como calmantes para feridas ou picadas de insetos. Atualmente, o óleo de lavanda se tornou uma parte crucial da aromaterapia para tratar uma dor de cabeça constante.

9. Jasmim

Esta planta com cheiro agradável faz parte da família das oliveiras. O chá de jasmim é um dos famosos chás do mundo. Ele fornece uma quantidade adequada de antioxidantes, juntamente com fitonutrientes, que promovem a digestão. O consumo regular de chá de jasmim é uma maneira segura de obter clareza mental. Os botões de jasmim processados ​​são usados ​​como sabor para vários xaropes. Também é amplamente cultivada para uso em perfumaria.

10. Camomila

A camomila parece versátil quando se trata de tratar doenças de saúde. Esta erva é um armazém de minerais, fitonutrientes e outros compostos que acalmam rapidamente os nervos tensos. Faz parte da medicina tradicional há décadas devido a razões semelhantes. Você deve incorporar o chá de camomila em sua dieta para evitar fatores que contribuem para distúrbios do estômago.

Além disso, é uma opção de chá ideal para gestantes, pois trata as náuseas sem prejudicar sua saúde. Nas práticas tradicionais, o chá de camomila tem sido usado para diminuir a intensidade da inflamação do corpo. Além disso, se você tiver febre leve, tente consumir um chá quente de camomila para aliviar sua condição.

11. Erva-doce

A erva-doce é semelhante ao endro em forma. Você pode grelhar ou refogar o bulbo da erva. As folhas de erva-doce são uma ótima opção para decorar suas refeições. O aroma e o sabor não são os únicos benefícios associados à erva. Mas, pode se tornar sua próxima opção para obter vitamina A junto com minerais como potássio e zinco.

12. Coentro

O coentro também é conhecido como salsa chinesa e folhas de coriandro em muitas partes do mundo. Um dos melhores usos culinários do coentro é adicionar folhas picadas em alimentos condimentados. Você pode encontrar muitas cozinhas chinesa, indiana, do sudeste asiático e mexicana decoradas com o fino coentro. Além disso, esta erva contém propriedades curativas que ajudam a acelerar o processo de recuperação. Os herbalistas o consideram diurético; você pode incorporá-lo à sua dieta de qualquer forma para eliminar toxinas, excesso de sal e poluentes do corpo.

13. Tomilho

Você não pode preparar cozinha italiana, mediterrânea ou francesa sem adicionar uma pitada de tomilho fresco. Salpique tomilho fresco em cordeiro, aves ou qualquer prato que contenha tomate para melhorar o sabor. Para adicionar aroma a feijões, ovos e vegetais, não procure além do tomilho. Esta erva combina bem com várias receitas de sopas e ensopados. Além disso, as delicadas folhas de tomilho contêm uma grande quantidade de nutrientes e enzimas que ajudam a manter seu metabolismo.

14. Alecrim

Da culinária à medicinal, os usos do alecrim são infinitos. Dá sabor à sua carne, frango e legumes cozidos. A fragrância suave da erva acalma sua mente e promove a concentração. O alecrim é fácil de plantar e floresce na primavera. Então, quando você encontrar arbustos de alecrim em forma de árvore à venda na época do Natal, não esqueça de comprar um para sua horta.

15. Sálvia

A sálvia melhora o sabor e a qualidade dos molhos, permitindo preservá-los por um período prolongado. Você deve temperar seus bifes com sálvia para deliciar-se com uma refeição de dar água na boca. Além de seus usos culinários, a sálvia é útil em caso de problemas de memória. Evita a deterioração da memória relacionada à idade. Você pode impedir a propagação de bactérias nas áreas de queimaduras e cortes de facas usando a erva. A sálvia também é excelente quando se trata de reduzir a inflamação das articulações.

16. Manjericão

Pesto, pizzas, saladas e molhos são todos incompletos sem manjericão fresco. Você pode encontrar variedades como manjericão italiano grande ou manjericão roxo. Esta erva é popular para aumentar o sabor de várias cozinhas. No entanto, comida italiana e manjericão são inseparáveis. Muitas pessoas acreditam que plantar manjericão e tomate lado a lado torna o tomate doce e suculento. Além disso, o manjericão é uma fonte natural para obter antioxidantes que protegem seu corpo contra fatores prejudiciais à saúde. Quem sofre de baixo nível de açúcar no sangue pode optar pelas folhas de manjericão para equilibrar os níveis de açúcar junto com os medicamentos prescritos.

17. Endro

O endro é comumente conhecido por usos medicinais. Você pode consumir uma certa quantidade de endro para tratar a indigestão em um curto espaço de tempo. Se você estiver procurando por alimentos para manter sua saúde bucal, incorpore o endro em sua dieta imediatamente, pois combate o mau hálito sem que você faça esforços significativos. Reduzir a intensidade das cólicas e inchaço são alguns dos benefícios adicionais associados à erva. Os amantes de comida podem criar deliciosas receitas de batatas, cordeiro, peixe e ervilhas usando uma quantidade generosa de endro.

18. Hortelã

Muitas variedades de hortelã estão disponíveis atualmente. E para não mencionar, cada variedade é uma potência de nutrientes. Você pode preparar juleps ou mojitos de hortelã usando folhas de hortelã fresca. O uso medicinal mais comum da hortelã é o tratamento de distúrbios estomacais debilitantes, como diarreia. Se você está cansado do mau hálito, não procure mais do que folhas de hortelã. Vale a pena notar que a planta de hortelã se espalhou rapidamente e pode tomar conta do seu jardim em pouco tempo. Portanto, se você planeja cultivar hortelã em sua casa, cultive-a em um recipiente.

19. Salsa

Esta erva versátil tem um sabor amargo, mas melhora o sabor da sua comida. Decorar sua comida com salsa verde fresca faz com que pareça atraente. Além disso, você pode equilibrar o sabor do ensopado usando algumas folhas de salsa picadas. Os herbalistas sugerem consumir salsa diariamente para manter afastadas as dores de estômago. Além disso, trata diarreia e náusea. A salsa contém propriedades calmantes e curativas, que a tornam uma opção eficaz para tratar úlceras na boca e inflamação do corpo. Você também pode obter vitamina A e C da salsa cultivada na fazenda.

20. Milefólio

Quando combinado com lavanda, o milefólio, milenrama, erva-dos-carpinteiros, feiteirinha ou mil-folhas impede o sangramento imediatamente. A ingestão de milefólio sozinha funciona como antibióticos. Sugerimos consultar um médico em casos como feridas ou queimaduras e evitar a automedicação. Você pode até usar milefólio para repelir insetos.

21. Folha de framboesa vermelha

Esta erva é enriquecida com minerais. É uma das ervas que os nutricionistas sugerem às mulheres grávidas. Você pode consumir uma quantidade moderada da erva para aliviar a inflamação. Além disso, as enzimas das folhas de framboesa vermelha podem tratar problemas subjacentes no trato digestivo.

22. Tanchagem

Os herbalistas recomendam manter tanchagem em seu armário de cozinha. Alivia feridas abertas e inflamações na área afetada. O uso regular de tanchagem de qualquer forma acelera o processo de recuperação.

23. Urtiga

A urtiga oferece a enorme quantidade de minerais, incluindo cálcio. Se você sofre espasmos musculares com mais frequência, precisará incorporar urtiga em sua dieta sem pensar duas vezes. Alguns nutricionistas provaram seus efeitos positivos na tonificação do útero. No entanto, são necessárias mais evidências para apoiar a reivindicação.

24. Astrágalo

A popular erva chinesa, astrágalo, melhora qualquer receita de sopa. Medicamente, esta erva é considerada uma maneira de aumentar a imunidade. Se você sofre de imunidade fraca, incorporar astrágalo à sua dieta pode funcionar para você. Seu aroma agradável também acalma sua mente estressada.

25. Confrei ou consólida

É verdade que você não pode ingerir confrei. No entanto, a erva é uma excelente opção usada em cataplasmas e pomadas devido às suas propriedades antibacterianas. Na maioria dos casos, é usado na fabricação de chá também. O confrei é uma erva curativa que permanece parte da medicina tradicional há séculos.

26. Calêndula

As calêndulas ou maravilhas oferece muitos usos medicinais. Os herbalistas consideraram-na como uma planta curandeira. Contém componentes calmantes, curativos e anti-inflamatórios. É por isso que várias empresas farmacêuticas a usam em pomadas para a pele. Não há evidências disponíveis para explicar se você deve ingerir ou não. Portanto, evite incorporá-la em suas refeições.

27. Segurelha-anual, segurelha-das-hortas ou segurelha-dos-jardins

Esta erva aromática é um ingrediente tradicional e crucial para melhorar o sabor da cozinha americana e do leste europeu. Ele fornece uma grande quantidade de minerais como potássio, magnésio, manganês e selênio. Você pode obter óleos essenciais, como carvacrol ou timol, nas folhas salgadas do verão para evitar o aparecimento de infecções bacterianas e fúngicas.

28. Manjerona doce

Esta erva mediterrânea serve a fins culinários e medicinais desde os tempos antigos. Tem um sabor forte, mas é sutil que o orégano. A manjerona doce é uma fonte para obter vitamina C. Você pode até colher níveis adequados de fitonutrientes a partir desta erva. Devido ao conteúdo de vitamina C, a manjerona doce é uma ótima maneira de impulsionar seu sistema imunológico sem se preocupar com efeitos adversos. Uma imunidade sólida ajuda a combater bactérias perigosas, estresse oxidativo e radicais livres, promovendo sua saúde geral.

29. Estragão

Esta erva francesa também é conhecida como erva de dragão. O estragão é popular para usos culinários e aprimora os sabores da culinária mediterrânea há muito tempo. O estragão é aromático e traz sabores da sua comida. Quem sofre de diabéticos pode incorporar estragão em sua dieta, pois oferece compostos polifenólicos impressionantes. Estes compostos reduzem os níveis de açúcar na corrente sanguínea. Além disso, esta erva estimula o apetite, reduzindo os sintomas anoréxicos. Contém riboflavina, folato e niacina, que aumentam sua taxa metabólica.

30. Dente-de-leão

O dente-de-leão é embalado com tiamina, riboflavina, ácido pantotênico e piridoxina, juntamente com muitos flavonóides, como luteína, zeaxantina e caroteno-b. Esses nutrientes protegem seus pulmões de objetos estranhos. Além disso, o consumo de dente de leão também pode impedir o aparecimento de cânceres orais. O dente-de-leão também é usado na medicina tradicional para tratar pequenas doenças médicas. Você também pode usar a flor e a raiz da planta para fins culinários.

Conclusão

Sem dúvida, opções naturais como ervas não contêm efeitos adversos à sua saúde. Ainda sugerimos consultar seu médico em caso de uma doença ou lesão para obter o tratamento certo. Observe que nem toda erva contém usos culinários. Portanto, aprenda sobre o uso de certas ervas antes de incorporá-las ao seu regime.

Postagem Anterior Próxima Postagem