Você gosta de manter sua pele bronzeada. Você faz isso regularmente, especialmente se for no verão ou se estiver de férias. Durante a gravidez, o estresse e o enjoo matinal podem fazer com que sua pele pareça mais pálida, dando-lhe outro motivo para bronzear sua pele.

Mas você pode se bronzear durante a gravidez? Quais são os riscos envolvidos e as precauções a serem tomadas? Este artigo responde a todas estas perguntas e muito mais sobre bronzeamento durante a gravidez.

Bronzeamento Durante a Gravidez: É Seguro?

Você Pode Fazer Bronzeamento Durante a Gravidez?

É bom evitar a exposição excessiva ao sol ou às espreguiçadeiras durante a gravidez, especialmente se você tiver pele sensível. A radiação ultravioleta pode aumentar o risco de câncer de pele, envelhecimento precoce e rugas.

Durante a gravidez, a sua pele fica mais sensível do que antes, tornando-a mais vulnerável aos riscos do bronzeamento.

Riscos De Bronzeamento Durante a Gravidez

O processo de bronzeamento envolve radiações UV, superexposição a que pode representar um risco para você.

1. Pode causar câncer de pele: A exposição severa ao sol pode aumentar o risco de câncer de pele, já que você recebe mais radiação UV do que seu corpo poderia suportar. O mesmo acontece com o bronzeamento artificial, em que as radiações UV são ainda mais concentradas.

2. Causa envelhecimento prematuro: Referido como fotoenvelhecimento, a exposição aos raios UV quebra as fibras de elastina e colágeno, e leva a dobras e rugas soltas. O bronzeamento frequente poderia, portanto, resultar em pigmentação, textura da pele e manchas escuras, sendo todos os sintomas do envelhecimento precoce.

3. Agrava o melasma: o distúrbio de pigmentação comum causa manchas marrons / cinzentas na pele. Os remendos aparecem com a exposição ao sol. Se você tem melasma, o bronzeamento irá agravar a condição.

4. Aumenta a sensibilidade da pele: os hormônios da gravidez tornariam sua pele sensível. A radiação pode tornar a pele mais sensível e causar reações fotossensíveis.

5. Causas de defeitos congênitos em bebês: os raios UV podem quebrar o ácido fólico, que é um nutriente essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê. O bronzeamento nos dois primeiros trimestres pode aumentar o risco de defeitos do tubo neural no bebê.

6. Afeta o suprimento de oxigênio e nutrientes para o feto: O bronzeamento pode afetar a circulação sanguínea devido a um aumento na temperatura do corpo, e também deitada de costas por um longo tempo. A má circulação sanguínea reduz o suprimento de oxigênio e o transporte de nutrientes para o bebê.

7. Risco de Esclerose Múltipla: Um estudo na Austrália descobriu que crianças nascidas de mulheres expostas aos raios UV, mais tarde na vida, deram à luz bebês com risco aumentado de esclerose múltipla.

8. Leva à desidratação: como você transpira mais durante o bronzeamento, pode aumentar o risco de desidratação, especialmente se você não tomar água suficiente.

Em vez de exposição direta à luz solar ou raios UV, você pode optar por opções mais seguras, como bronzeadores artificiais.

Autobronzeadores Durante a Gravidez

Estes são usados ​​como uma alternativa ao bronzeamento, mas não há informações sobre sua segurança durante a gravidez.

Os componentes ativos reagem com células mortas da pele para escurecer a pele, lembrando um bronzeado. A maioria dos autobronzeadores disponíveis no mercado contém um componente ativo, Dihidroxiacetona (DHA), aprovado pelo FDA. É um agente corante da pele extraído de fontes vegetais, como a cana-de-açúcar e a beterraba sacarina.

Os pesquisadores acreditam que o DHA não pode penetrar além da primeira camada da pele e, portanto, não pode prejudicar o feto. Segundo estudos, apenas 0,5% do DHA é absorvido pela pele e é muito baixo para causar qualquer perigo ao feto.

Dicas Para Usar Autobronzeadores

  • Limpar e esfoliar antes de bronzear para aplicar o autobronzeador na camada de pele nova.
  • Não tome banho por pelo menos sete a oito horas após o bronzeamento.
  • Evite usar produtos agressivos e aqueles que contenham álcool, pois eles eliminam o bronzeado.
  • Evite usar sprays como você pode acidentalmente inalar DHA que poderia ser prejudicial para o bebê.
  • Aplique um creme hidratante suave na pele regularmente para prolongar a vida do bronzeado.
Embora você possa experimentar autobronzeadores ocasionalmente, existem certos métodos de bronzeamento que você deve evitar durante a gravidez.

Métodos de Bronzeamento Para Evitar Durante a Gravidez

Estes métodos de bronzeamento podem ser arriscados:
  • Câmaras de bronzeamento artificial: As câmaras de bronzeamento artificial elevam a temperatura corporal devido ao espaço fechado. As temperaturas podem subir de tal forma que afetam o útero e causam malformações da coluna vertebral no bebê. O efeito é o mesmo que saunas.
  • Pílulas de bronzeamento: As pílulas de auto bronzeamento contêm altos níveis de componentes baseados em cores, como carotenóides ou cantaxantinas. Salões também oferecem injeções de bronzeamento chamado melanotan. Nem as pílulas nem as injeções são seguras durante a gravidez.
  • Bronzeamento na Praia: As preocupações com o bronzeamento na praia são as mesmas que as câmaras de bronzeamento. A exposição ao sol por muito tempo causa urticária e erupções de calor no corpo. Embora beber bastante água, aplicar protetor solar, usar chapéu e óculos escuros possa ajudar quando o sol não está intenso, é bom evitá-lo durante a gravidez.
Se você tem um forte desejo de se bronzear durante a gravidez, você precisa tomar algumas precauções.

Precauções a Tomar Enquanto Bronzeamento na Praia

Aqui estão algumas precauções que você pode tomar ao se bronzear na praia:
  • Aplique um filtro solar de nível SPF entre 30 e 50, cerca de 20 minutos antes do bronzeamento.
  • Use um chapéu e óculos de sol para proteger a cabeça e os olhos dos raios UV prejudiciais.
  • Não vá para a praia quando o sol estiver intenso (das 10h às 15h), já que as radiações UV estão concentradas neste momento.
  • Não fique exposta à luz solar por um tempo prolongado em uma área.
  • Beba muita água para se manter hidratada.
  • Não fique sob os raios diretos do sol, pois pode causar insolação e queimar a pele.
  • Não coma muito e não morra de fome também. Tanto a sensação de peso quanto a fome podem causar tontura.
  • Use roupas soltas feitas de tecidos leves e naturais que permitam a circulação de ar.
O bronzeamento artificial não faz parte de um regime de beleza necessário. Portanto, veja se você pode adiar até depois do seu parto. Lembre-se de que a sua saúde e a do seu bebê é mais importante do que qualquer atualização cosmética durante a gravidez. Na verdade, relaxe na glória da gravidez, em vez de tentar algo artificial como bronzeamento. Mas se você quiser se bronzear, tente alguns bronzeados falsos menos prejudiciais.

Qual é a sua opinião sobre bronzeamento durante a gravidez? Compartilhe seus pensamentos e experiências conosco na seção de comentários abaixo.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!