Olá, nova futura mãe! Você pode estar experimentando as maravilhosas mudanças pelas quais a gravidez passa seu corpo - enquanto também passa por vários desconfortos, que também fazem parte do pacote. Mas é aí que os remédios caseiros e formas naturais vêm em socorro, certo? É comum recorrermos aos muitos itens de nossa cozinha para encontrar uma solução natural para nossos problemas, e uma dessas ervas comuns a que costumamos recorrer é a semente de erva-doce (Funcho). Mas é seguro consumir sementes de erva-doce durante a gravidez? Leia mais para descobrir!

Consumir Sementes de Erva-Doce [Funcho] Durante a Gravidez - Benefícios, Efeitos Colaterais e Muito Mais

O Que São Sementes de Erva-Doce ou Funcho?

As sementes de erva-doce são ervas aromáticas e aromatizadas que parecem marrons ou verdes quando frescas e ficam cinzas quando envelhecem. As sementes são derivadas de uma planta que foi originalmente encontrada na Europa. A planta pertence à família da salsa e possui folhas macias. Esta erva é comumente encontrada em nossas cozinhas e é conhecida por suas propriedades medicinais. É conhecida popularmente como 'funcho' e a maioria de nós a consome como refrescante bucal, além de usá-lo na culinária. Provou-se ser benéfico para problemas de dor de dente e gengiva, além de ter vários outros benefícios à saúde, como auxiliar na digestão.

É Saudável Consumir Sementes de Erva-Doce Durante a Gravidez?

Durante a gravidez, as sementes de erva-doce são recomendadas apenas em quantidades muito pequenas, porque são um emenagogo natural. Isso basicamente significa que elas ajudam a desencadear ou aumentar o fluxo menstrual. Você pode adicionar uma pequena quantidade dessas sementes (por exemplo, uma colher de chá ou mais) à sua comida. O seu médico pode ajudá-la a entender quanto você deve consumir com base nos seus requisitos e condições de saúde.

A seguir, são apresentados alguns dos benefícios e efeitos colaterais conhecidos de consumir Erva-Doce para mulheres grávidas.

Benefícios da Erva-Doce Para Mulheres Grávidas

A Erva-Doce tem sido tradicionalmente usado no combate a náuseas e enjoos matinais. Supõe-se que as sementes contenham certos componentes anestésicos que ajudam a controlar os sintomas comuns nas mulheres grávidas, especialmente durante os primeiros três meses.

As propriedades anti flatulência ajudam a relaxar os músculos do trato digestivo, o que estimula o fluxo biliar e ajuda a verificar as cólicas frequentemente ligadas à digestão. Por isso, é bastante eficaz para aliviar o inchaço durante a gravidez.

A maioria das mulheres grávidas se queixa de perda de apetite devido à indigestão e gases. As sementes de erva-doce são um carminativo natural e ajudam a eliminar gases do trato intestinal. Isso finalmente ajuda na melhor digestão. Uma vez resolvidos os problemas relacionados ao intestino, o apetite também retorna.

Efeitos Colaterais de Comer Sementes de Erva-Doce Durante a Gravidez

Agora que você conhece os benefícios das sementes de erva-doce, é hora de considerar os efeitos colaterais também.
  • As sementes de erva-doce afetam a capacidade do seu sangue coagular, tornando lento o processo de coagulação. Portanto, se você sofre de um distúrbio hemorrágico, é melhor evitar as sementes de Erva-Doce - especialmente se você é suscetível a hematomas e sangramentos.
  • Consumir sementes de erva-doce pode deixar sua pele seca e extremamente sensível. Se você tem pele sensível, evite sementes de erva-doce durante a gravidez.
  • As propriedades antiespasmódicas, fito estrogênicas e anti-inflamatórias na erva-doce estimulam o útero, levando a contrações prematuras.
Então, as sementes de erva-doce são boas para a gravidez? Não há evidências suficientes para dizer que as sementes de erva-doce são inseguras. Da mesma forma, não há evidências suficientes que sugiram que as sementes de erva-doce sejam completamente seguras. Há também o aspecto a considerar que os alimentos reagem de maneiras diferentes em diferentes corpos. Por isso, é melhor consultar o seu médico antes de consumi-la e também verificar as doses.

Como Consumir Sementes de Erva-Doce Na Gravidez

Se você pode consumir sementes de erva-doce durante a gravidez, existem algumas maneiras de consumi-las. As sementes de erva-doce são embaladas com um aroma agradável e são ligeiramente doces. Se forem adicionados aos alimentos durante o cozimento, elas funcionam como um agente aromatizante e conferem um sabor sutil ao prato. Você também pode consumi-las na forma de chá ou mastigar algumas após uma refeição. É sempre aconselhável consultar o seu médico ou nutricionista antes de incluir sementes de erva-doce na sua dieta de gravidez.

Chá de Erva-Doce Para Náusea Durante a Gravidez

A Food and Drug Administration dos Estados Unidos não regulou o uso de chás de ervas, incluindo chá de erva-doce, durante a gravidez. Quando dizemos que as misturas de ervas e chá de ervas não são regulamentadas pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos, isso significa que as ervas não passam pelo mesmo nível de escrutínio que os medicamentos vendidos sem receita e sem receita médica. Observe que isso não significa que a FDA desaconselha o consumo de chás de ervas.

Para ser seguro, você pode tomar chá de erva-doce de vez em quando; quando estiver grávida. No entanto, convém consultar seu ginecologista antes de fazê-lo.

Fazendo Chá de Erva-Doce Para Mulheres Grávidas

Se você estiver procurando uma maneira de incorporá-lo à sua dieta, considere fazer uma xícara de chá de erva-doce. Aqui está como você pode preparar uma xícara de chá de erva-doce:
  • Os principais ingredientes para fazer o chá são água, sementes de erva-doce esmagadas, xarope de açúcar mascavo ou mel.
  • Pegue aproximadamente uma colher de chá de sementes de erva-doce e, em seguida, esmague ou triture as sementes com a ajuda de um liquidificador.
  • Pegue uma panela e aqueça um copo de água até ferver e, em seguida, adicione a erva doce.
  • Coloque uma tampa sobre a panela e desligue o fogão para esfriar por cerca de cinco minutos. Depois, coe lentamente o chá preparado e misture mel ou açúcar mascavo, de acordo com o seu gosto.

O Consumo de Sementes de Erva-Doce [funcho] Durante a Gravidez Pode Levar a um Aborto?

Muitas pessoas consomem sementes de erva-doce após uma refeição, porque ajuda na digestão. Mas é importante lembrar que as sementes de erva-doce podem desencadear o ciclo menstrual e levar ao sangramento vaginal, causando um aborto espontâneo. É importante consumi-la com moderação e evitá-la completamente se o seu médico desaconselhar.

Agora que você conhece os benefícios e os efeitos colaterais de consumir sementes de erva-doce, verifique se elas são adequadas para consumo enquanto você estiver grávida. Prossiga de acordo apenas com orientação médica.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem