É seguro comer abacaxi durante a gravidez?

Durante a gravidez, as mulheres evitam comer certos alimentos, como abacaxi, mamão e jaca, pois temem que o calor gerado por essas frutas possa levar a um aborto espontâneo. Mas esses temores são apoiados por alguma pesquisa científica? A equipe Sadestar ajuda você a entender como é seguro comer abacaxi durante a gravidez.

É seguro comer abacaxi durante a gravidez?

Sim, é seguro incluir abacaxi em sua dieta (1). Comer uma a duas xícaras por semana é seguro e produz efeitos positivos para a saúde para você e seu bebê. Comer em excesso, como consumir sete a dez xícaras por semana, pode causar problemas. Pode aumentar a quantidade de bromelina no corpo, o que pode colocá-la em risco de aborto espontâneo. Em vez disso, você pode consumir abacaxi em lata ou suco de abacaxi, pois a bromelina é removida no processo de conservas (2).

Benefícios do abacaxi para mulheres grávidas:

É seguro comer abacaxi durante a gravidez?
O abacaxi contém abundantes quantidades de vitaminas e minerais, que a mantêm saudável durante a gravidez. Ele tem baixas gorduras saturadas e alta fibra dietética, com alto valor nutricional.

1. Vitamina C:

a. Imunidade: os abacaxis contêm quantidades elevadas de vitamina C, os antioxidantes solúveis em água que lutam contra a deficiência celular que ocorre dentro do seu corpo e ajudam a aumentar a imunidade durante a gravidez.

b. Produz colágeno: uma xícara de abacaxi oferece quase 79 miligramas de vitamina C, o que promove a produção de colágeno. O colágeno é responsável pelo crescimento da pele, cartilagem, ossos e tendões do bebê. Um único copo quase oferece o requisito diário, ou seja, 80 - 85 miligramas de vitamina C durante a gravidez (3).

2. Manganês:

O manganês mineral é uma enzima essencial para promover o desenvolvimento ósseo, ossos fortes e saudáveis e prevenção da osteoporose.

3. Vitamina B1:

A vitamina B1 ou tiamina é útil para o funcionamento muscular adequado, sistema nervoso e coração saudáveis.

4. Vitamina B6:

A vitamina B6 ou a piridoxina é responsável por preparar anticorpos e produzir energia. Ela também oferece um grande alívio da doença matinal. A deficiência de vitamina B6 leva à anemia e o abacaxi ajuda a formação de glóbulos vermelhos, pois contém boas quantidades desta vitamina.

5. Cobre:

O abacaxi também contém vestígios de cobre, o que ajuda na produção de glóbulos vermelhos e na formação do coração do bebê.

6. Fibra dietética:

Uma fonte alta de fibras, efetivamente alivia a constipação, que é uma queixa comum nos estágios iniciais da gravidez.

7. Ferro e ácido fólico:

Um abacaxi fresco pode oferecer quantidades suficientes de ferro, essenciais para a produção de glóbulos vermelhos e ácido fólico, ajudando a prevenir alguns defeitos congênitos (4).

8. Bromelina:

A bromelina no abacaxi ajuda a combater a bactéria que reside no intestino e repara o trato gastrointestinal.

9. Propriedade diurética:

O efeito diurético do abacaxi ajuda a remover o excesso de líquidos do corpo. Isso evita o inchaço, que é um sintoma comum durante a gravidez.

10. Trata as veias varicosas:

A maioria das mulheres grávidas desenvolve varizes durante a gravidez. As varizes nas pernas se alargam, incham e torcem, causando dor. A bromelina no abacaxi diminui a formação de depósitos fibrosos em varizes e reduz o desconforto.

11. Melhora o humor:

O aroma e sabor únicos da fruta melhora o humor e restaura a força emocional. É uma fruta saudável e deliciosa que ajuda você a se livrar da ansiedade, depressão e pensamentos obsessivos.

12. Reduz a pressão arterial:

É provável que você tenha pressão alta durante a gravidez. A bromelina no abacaxi ajuda a diluir o sangue e, assim, a baixar a pressão sanguínea. Também evita a formação de coágulos sanguíneos.

Riscos de comer abacaxi durante a gravidez:

1. Azia ou refluxo:

Se você tem um estômago sensível e um sistema digestivo fraco, evite o abacaxi. Os ácidos presentes na fruta podem causar azia ou refluxo.

2. Aborto espontâneo:

De acordo com o livro Maternal-Child Health – Interdisciplinary Aspects Within the Perspective of Global Health, o excesso de abacaxi aumentará o conteúdo de bromelina no organismo, que afeta o colo do útero, causando aborto espontâneo ou parto prematuro. Também provoca vômitos, erupções cutâneas e contrações uterinas no seu primeiro trimestre.

3. Açúcares altos:

Se você está sofrendo de diabetes gestacional, o abacaxi pode não ser o alimento correto, pois seus altos níveis de açúcar agravarão sua condição.

4. Sobrepeso:

Se você está acima do peso, você deve evitar o consumo de abacaxi devido ao seu alto teor calórico.

5. Diarreia:

Muito abacaxi pode aumentar a bromelina, levando a diarreia.

6. Sensibilidade:

O consumo excessivo de abacaxi pode causar sensibilidade ou inchaço na língua, bochechas internas e lábios. Estes desaparecem com um tempo.

É melhor evitar o abacaxi se você sofre de úlcera péptica, gastrite, risco de aborto espontâneo, má coagulação do sangue e baixa pressão arterial.

Se você está comendo abacaxi pela primeira vez durante a gravidez, você pode sentir certos sintomas alérgicos. Verifique com seu médico se você sentir:
  • Reações cutâneas
  • Inchaço ou comichão na boca
  • Secreção nasal ou congestionamento
  • Asma
Estas reações são semelhantes às reações alérgicas de látex ou pólen e ocorrem em poucos minutos após o consumo de abacaxi.

Mitos sobre o abacaxi durante a gravidez:

Assim como o açafrão, o abacaxi foi rotulado como um "alimento quente" e inseguro durante a gravidez. Algumas pessoas têm uma noção errada de que induz ao aborto. No entanto, não há evidência científica para apoiar essa afirmação. Deve ser consumido em quantidades excessivas para induzir o aborto.

Quanto abacaxi pode consumir uma mulher grávida?

  • Primeiro trimestre: é melhor não consumir no primeiro trimestre.
  • Segundo trimestre: pode ser incluído em sua dieta em pequenas quantidades. Você pode consumir cerca de 50gm a 100gm duas a três vezes por semana.
  • Terceiro trimestre: você pode incluir pequenas porções da fruta todos os dias. Você pode consumir cerca de 250 g de abacaxi de uma só vez. Novamente, você deve monitorar o tamanho da porção ou então pode aumentar as chances de contrações uterinas.

Como escolher um bom abacaxi?

O abacaxi oferece o máximo de benefícios se eles estiverem frescos e maduros. Essas maneiras simples irão ajudá-lo a selecionar as melhores frutas para consumo.
  • O abacaxi maduro tem uma tonalidade amarela-marrom suave.
  • A casca deve estar macia e elástica.
  • As folhas na cauda da fruta devem estar verdes. Folhas um pouco desbotadas são excelentes, mas não compre as que estão com as folhas secas.
  • Quando você der uma tapinha na fruta, deve dar um som forte. Os maduros darão um som abafado.
  • Frutos frescos e maduros tem um cheiro agradável.
Verifique com seu médico para obter os melhores conselhos sobre o consumo de abacaxi durante a gravidez.

Você comeu abacaxi durante a gravidez e quebrou os mitos? Nos conte sobre sua experiência.
É seguro comer abacaxi durante a gravidez? É seguro comer abacaxi durante a gravidez? Reviewed by Sadestar Saúde on fevereiro 21, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.