Probióticos são essenciais para o bem-estar do seu intestino e corpo inteiro. Algumas das principais fontes de alimentos probióticos incluem maçãs, amêndoas, iogurte, banana, cebola, vinagre de maçã, tempeh, chocolate amargo e sopa de missô.

Você sabia que as bactérias que vivem no seu corpo superam as células do corpo na proporção de 10:1? É verdade, e a maioria delas reside em seu intestino. Não há necessidade de surtar, pois a maioria dessas bactérias é bastante inofensiva. Ter o tipo certo de bactérias em seu corpo é extremamente importante, pois ajuda a trazer inúmeros benefícios à saúde, incluindo perda de peso, melhor digestão, melhor saúde da pele e maior imunidade. Isso nos leva ao tópico dos probióticos.

O Que São Probióticos? Principais Fontes Alimentares de Probióticos

O Que São Probióticos?

Probióticos são boas bactérias que são muito semelhantes ou são as mesmas que as bactérias já presentes em nossos corpos. Somente nosso trato digestivo inferior abriga uma comunidade diversa e complexa dessas bactérias. O corpo é um ecossistema que compreende milhões de bactérias que ajudam na digestão, fabricam alimentos para o corpo, matam bactérias hostis e mantêm o equilíbrio com os fungos. Quando nosso ecossistema está desequilibrado (quando as bactérias "ruins" superam as bactérias "boas"), o sistema imunológico pode falhar em funcionar adequadamente, infecções por fungos podem ocorrer e você pode ter problemas com seu sistema digestivo. Probióticos, uma dose de boas bactérias, são recentemente reconhecidos como um excelente tratamento para alguns de nossos problemas de saúde.

Porque os Probióticos São Importantes Para Sua Saúde?

Cuidar bem do seu intestino e das boas bactérias que nele vivem podem ser uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde. Se você não estiver convencido, vamos dar uma olhada nas 5 principais maneiras de explicar como os probióticos beneficiam sua saúde geral.

1. Equilibra as boas bactérias no seu sistema digestivo

Os probióticos incluem bactérias amigáveis, que são micro-organismos que oferecem benefícios à saúde quando consumidos. Acredita-se que esses benefícios à saúde resultem da capacidade dos probióticos de restaurar o equilíbrio natural das bactérias presentes no intestino.

Um desequilíbrio indica que há mais bactérias "ruins" em comparação com as bactérias "boas". Isso pode ser o resultado de uma doença, dieta inadequada ou medicamentos como antibióticos e muito mais.

As consequências podem incluir alergias, problemas digestivos, problemas de saúde e obesidade, entre outros problemas.

2. Previne e trata a diarreia

Os probióticos são bem conhecidos por sua capacidade de ajudar a reduzir a intensidade da diarreia e até evitá-la. A diarreia é um efeito colateral comum do consumo de antibióticos e ocorre porque os antibióticos tendem a afetar adversamente o equilíbrio de bactérias amigáveis ​​e ruins presentes no intestino. Vários estudos sugerem que consumir probióticos suficientes pode reduzir o aparecimento de diarreia associada ao uso de antibióticos.

3. Melhorar Certos Problemas de Saúde Mental

Um número crescente de estudos associa um intestino saudável a um humor melhorado e a uma melhor saúde mental. Estudos em humanos e animais concluem que os suplementos probióticos podem melhorar certas condições de saúde mental.

Uma revisão envolvendo 15 estudos afirmou que a suplementação com Lactobacillus e Bifidobacterium por 1 a 2 meses pode aliviar os sintomas de depressão, ansiedade, TOC e autismo.

Além disso, um estudo com 40 pacientes mostrou que tomar suplementos probióticos por 2 meses diminuiu os níveis de depressão, juntamente com níveis de proteína C-reativa e hormônios como insulina, em comparação com pessoas que não tomaram probióticos.

4. Melhore sua saúde cardiovascular

Acredita-se que os probióticos melhorem a saúde do seu coração, reduzindo o colesterol ruim e a pressão arterial. Várias bactérias produtoras de ácido lático podem diminuir o colesterol processando a bile no intestino. A bílis é um líquido natural que é composto principalmente de colesterol e ajuda na digestão. Quando os probióticos quebram a bile, eles impedem que ela seja reabsorvida no intestino, onde pode entrar na corrente sanguínea como colesterol.

Cinco estudos concluíram que o consumo de iogurte rico em probióticos por 2 a 8 semanas diminuiu o nível de colesterol total em 4% e o colesterol ruim em 5%. Outro estudo realizado durante um período de seis meses não encontrou nenhuma alteração no colesterol total ou no LDL, mas os pesquisadores encontraram um ligeiro aumento no colesterol "bom" (HDL).

Tomar probióticos suficientes também pode levar a uma pressão arterial mais baixa, como confirmado por uma revisão de nove estudos. Embora a mudança tenha sido modesta, definitivamente estava lá.

5. Reduzir a intensidade do eczema e diferentes alergias

Acredita-se que certas cepas probióticas diminuam a intensidade do eczema em bebês e crianças. Um estudo constatou que os sintomas do eczema melhoraram em bebês alimentados com leite com infusão de probióticos, em comparação com aqueles alimentados com leite regular.

Alguns probióticos também podem ajudar a reduzir as reações inflamatórias em pessoas que têm alergia a lácteos ou leite. No entanto, não há pesquisas suficientes para apoiar essas evidências.

Os 5 Principais Alimentos Probióticos

1. Iogurte

Talvez os alimentos probióticos mais populares sejam o iogurte - grego ou de cultura viva, feito a partir do leite de ovelha, cabra ou vaca. Na maioria dos casos, o iogurte pode classificar o topo dos alimentos probióticos, pois vem de animais alimentados com capim e não foi pasteurizado. Ao comprar iogurte, é recomendável procurar três coisas: que é orgânico, provém do leite de ovelha ou de cabra e é alimentado com capim.

2. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é excelente para gerenciar pressão arterial, diabetes, perda de peso e colesterol, entre outros inúmeros benefícios. Além disso, fornece ao corpo uma boa dose de probióticos.

3. Tempeh

Outra fonte de alimentos probióticos é o Tempeh. Este produto de soja fermentado indonésio é outra grande fonte de probióticos. Você pode consumir o tempeh no estado bruto ou fervendo-o e consumindo-o com sopa de missô. Você também pode usá-lo como um substituto para a carne em uma fritada

4. Chocolate Amargo

Possivelmente o alimento mais apetitoso da lista, o chocolate amargo embala probióticos que ocorrem naturalmente e, portanto, é um excelente complemento para sua dieta. Certifique-se de comprar barras de cacau cru com pelo menos 70% de cacau.

5. Sopa de missô

Missô é outra fonte de alimentos probióticos. A sopa de missô é uma combinação de água e pasta de soja, juntamente com algas e cebolas opcionais. Embora seja carregada com probióticos, a sopa de missô também é rica em sal, e é por isso que não deve ser consumida com muita frequência.

Conclusão

Enquanto bactérias amigáveis ​​naturais já estão presentes em seu corpo, os probióticos podem ser obtidos de várias fontes e suplementos alimentares. Os médicos normalmente os recomendam para pessoas com problemas digestivos. E devido à sua recente popularidade, você pode encontrá-los em praticamente tudo, de iogurte a chocolate. Se você sentir efeitos colaterais relacionados à digestão (desconforto abdominal e gases) por mais de alguns dias, consulte imediatamente seu médico.

Em pessoas com sistema imunológico comprometido, os probióticos podem resultar em infecções graves. Isso inclui pessoas com AIDS, HIV e outras condições semelhantes.

Postagem Anterior Próxima Postagem